segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Estudo indica que 115 mil pessoas vivem em áreas de risco em São Paulo

No total, há 407 regiões com moradias em perigo na capital paulista.
Estudo do IPT mostra que Zona Sul é a com mais problemas.




Um levantamento inédito feito pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e pela Prefeitura de São Paulo aponta que 115 mil pessoas estão vivendo em situações de extremo perigo em 407 áreas da capital paulista. De acordo com o estudo sobre as áreas de risco, elas deveriam deixar suas casas imediatamente.

Leia a matéria completa no Portal G1

Postagens populares