quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Prefeitura de SP instala câmeras em piscinões para combater enchentes

Previsão é que até fevereiro todos os reservatórios sejam monitorados.
Valor gasto nos equipamentos é de R$ 1,1 milhão.


Do G1 SP

A Prefeitura de São Paulo instalou câmeras de monitoramento em oito piscinões da capital paulista. A ideia é vigiar o nível da água e também ver se a limpeza dos reservatórios está sendo feita como deveria.
Nesta quarta-feira (2), o piscinão do Aricanduva, na Zona Leste, estava vazio. Mas quem mora na região diz que é só chover um pouco para a situação mudar.
“Mais ou menos um dez minutinhos de chuva um pouquinho mais forte já começa a alagar tudo. É triste, é difícil passar por aqui”, disse a autônoma Maria Auxiliadora.
Além do Aricanduva, estão sendo vigiados os reservatórios que ficam nos bairros do Campo Limpo, Jaraguá, Vila Prudente, Butantã, Santo Amaro, Penha e São Mateus. Até o fim do mês, as câmeras serão instaladas também nos piscinões do Jardim Maria Sampaio e de Guaianases.Quando reservatórios como esse transbordam, famílias perdem tudo. “Já ficou alagada aqui várias vezes. Na última enchente, a gente saiu daqui quase 21h porque não baixava”, disse a doméstica Erizene dos Santos.
As imagens captadas pelas câmeras chegam até os computadores de uma central de monitoramento. O objetivo da Prefeitura é que até o final de fevereiro os 18 piscinões da cidade já estejam com o monitoramento eletrônico. Todos vão ter câmeras, menos o do Pacaembu, que é coberto. O valor gasto para instalação e manutenção desses equipamentos é de R$ 1,1 milhão.
Algumas câmeras têm condição também de monitorar o alagamento em ruas e avenidas que ficam perto dos piscinões. Os funcionários da central são orientados a avisar a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros quando o nível da água estiver subindo.

Postagens populares