segunda-feira, 18 de abril de 2011

Vereadores do PSDB em SP anunciam saída do partido

Eles ficaram insatisfeitos com processo de sucessão municipal.
Mais cedo, presidente do diretório tinha esperança de manter políticos.
Roney Domingos Do G1 SP
Vereadores anunciam saída do PSDB (Foto: Roney Domingos/G1)Vereadores anunciam saída do PSDB (Foto: Roney
Domingos/G1)
Sete vereadores do PSDB de São Paulo anunciaram nesta segunda-feira (18) a saída do partido. De acordo com eles, a decisão foi tomada em razão da dificuldade em dialogar com o grupo ligado ao novo presidente do diretório municipal, Júlio Semeghini. O  grupo inclui o atual presidente da Câmara Muncipal, José Police Neto, e os vereadores Gilberto Natalini, Juscelino Gadelha, Ricardo Teixeira, Dalton Silvano, Adolfo Quintas e Souza Santos. "Queremos comunicar nosso desligamento do partido neste momento", disse Natalini, em entrevista realizada no Auditório Tiradentes da Câmara Municipal de São Paulo.
No dia 10, os integrantes do PSDB elegeram para a presidência do partido o atual secretário estadual de Gestão, Júlio Semeghini, aliado do governador Geraldo Alckmin. A bancada de vereadores abandonou a reunião argumentando que não foi atendida a reivindicação para que ficasse com a secretaria-geral. Uma nova tentativa de acordo foi feita na quinta-feira (15), sem sucesso.
Na quinta-feira, os vereadores estavam confiantes na possibilidade de acordo, com a cessão de espaço para três parlamentares paulistanos na secretaria-geral, na primeira tesouraria e de um vogal, mas a reunião terminou sem acordo.
Semeghini foi aliado do governador Geraldo Alckmin quando ele enfrentou resistência dentro do PSDB a seu nome como candidato do partido à Prefeitura de São Paulo nas eleições de 2008. Na época, parte dos vereadores apoiou o então candidato do DEM, Gilberto Kassab. Semeghini ocupa o lugar do atual presidente do PSDB de SP, José Henrique Reis Lobo.
Em entrevista à Rádio CBN na manhã desta segunda-feira (18), Semeghini ainda tinha esperanças de manter os vereadores. Ele negou, inclusive, que houvesse uma crise no PSDB.
Apesar da saída, os vereadores não anunciaram seu futuro político. O recém-criado PSD, do prefeito Gilberto Kassab, pode atrair parte dos vereadores. Permanecem no PSDB os vereadores Claudinho, Floriano Pesaro, Aníbal de Freitas, Gilson Barreto, José Rolim, e Tião Farias.

Postagens populares