segunda-feira, 4 de julho de 2011

Ministro diz que Brasília é candidata 'forte' para abrir a Copa

Felipe Coutinho
De Brasília
Anunciando logo de início que não falaria sobre o estádio do Corinthians, o ministro Orlando Silva (Esporte) disse nesta segunda-feira que Brasília se credencia "fortemente" para abrir a Copa-2014.

"O estádio ter executado mais de um terço do programado é um resultado extraordinário e aumenta nossa confiança de que esse será um dos estádios que cumprirão o cronograma. Brasília, na medida em que cumpre seu cronograma, se credencia fortemente para poder receber a abertura do mundial", disse Orlando Silva, em coletiva de imprensa após vistoria ao estádio brasiliense.

Além de Brasília, São Paulo, Salvador e Belo Horizonte disputam a abertura da Copa-2014. Perguntado se São Paulo corria risco de ficar sem dinheiro para o estádio, uma vez que o crédito de R$ 420 milhões dado pela prefeitura condiciona à abertura do mundial, Orlando Silva não quis falar. "Pergunta ao prefeito e à Câmara de São Paulo", disse.

Segundo a Folha apurou, há receios, dentro do governo federal, de que São Paulo possa ficar sem dinheiro se não abrir a Copa, num modelo de concessão de crédito "estranho".

Alan Marques/Folhapress
Obra no estádio Mané Garrincha para a Copa do Mundo
Obra no estádio Mané Garrincha para a Copa do Mundo


SEGURANÇA

As declarações do ministro foram feitas após a realização de testes de segurança no estádio de Brasília. Cerca de 90 pessoas da Polícia Federal, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil participaram da operação. Houve testes antibomba, uso de cães farejadores e cadastro dos operários que participam da obra.

Segundo o delegado José Ricardo Botelho, responsável pela segurança da Copa no Ministério da Justiça, os 12 estádios da Copa passarão por testes até 2014.

"Temos que avaliar a estrutura em cada fase. Uma vez concretado, os cães precisam verificar se está tudo ok em relação a bombas", disse o delegado.

CRONOGRAMA

Atualmente, Brasília está com 33% das obras do estádio concluída. Trabalham na área cerca de 1.900 operários e arena está em fase de conclusão da escavação e construção de arquibancadas. A obra está prevista para ser concluída em dezembro de 2012, ao custo de cerca de R$ 600 milhões, para 70 mil lugares.

Da Folha.com

Postagens populares