terça-feira, 2 de abril de 2013

Falta de planejamento em obra na rodoviária coloca passageiros em risco - Jaguariaíva PR

Um debate no perfil de um cidadão jaguariaívense, Tiago Mendes, no Facebook na manhã de hoje me chamou a atenção para a falta de planejamento da Prefeitura Municipal da cidade. Uma reforma que segundo publicação no site do Executivo avaliada em R$ 278 mil, na matéria não consta a data da publicação e muito menos a data de início e termino da obra, que está em execução há pelo menos cinco meses. 

Na humilde opinião deste blogueiro que esteve na cidade no início de Janeiro, um melhor planejamento para execução da reforma teria transferido o terminal a um lugar provisório até que fossem concluídos os trabalhos sem riscos.

Voltando ao post no Facebook, várias pessoas saíram em defesa do Sr. Otélio Baroni -para quem não conhece é o prefeito reeleito da cidade- exaltando seus feitos durante a primeira gestão que esteve a frente da Prefeitura. Ninguém esta discutindo o passado do Prefeito como administrador da cidade, a discussão gira em torno da irresponsabilidade na atual obra no terminal rodoviário. Em risco estão os próprios funcionários contratados para a reforma e as pessoas que circulam pelo local. Sem esquecer que um terminal rodoviário é o cartão de visita de uma cidade.

Aos defensores do ilustre político -para não dizer tropa de choque-, informo que também nasci e cresci na cidade, mesmo estando distante nunca deixei de amar minha cidade natal. Acredito que poucos se lembram -ou nem tinham nascidos- do tempo em que as paradas de ônibus eram feitas em bares na cidade, a Penha (depois Transpen/Transfada) fazia ponto no bar da Dona Matilde, a Princesa do Norte no bar Santa Maria na praça Getúlio Vargas e o ponto do ônibus que fazia a linha do Sertão era no bar do Sr. Geniplo. Portanto a desculpa de que não existem lugares para acomodação provisória do terminal não cola.

Uma entusiasta defensora do Alcaide postou o seguinte comentário: 
"A hora q vc ve a carinha de alegria d cada criança pelo tratamento q recebem t da um nó na garganta,e só p lembrar o ovo d pascoa foi grandao,os uniformes com tenis e meias foram entregues...e naum esquecendo a quantia d alunos,mais d tres mil". 
Vale lembrar que o fornecimento de material escolar é uma obrigação da prefeitura e com isso o prefeito ou quem quer que seja não está fazendo favor algum para ninguém, existem verbas para isto no orçamento do município.

Veja abaixo a situação que os visitantes são recebidos na cidade:

Reforma no terminal rodoviário de Jaguariaíva - PR
Com a palavra a Câmara Municipal, que tem por obrigação fiscalizar os atos do Executivo.

Postagens populares