segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Descaso no pronto socorro do Hospital Mandaqui

Meu sobrinho Efrain Gomes Ribeiro deu entrada no pronto socorro do hospital Mandaqui na sexta-feira (17/09) por volta das 22,00 horas, vítima de queda de moto. Feito o primeiro atendimento constataram-se fraturas no cotovelo e em uma das vértebras e a necessidade de uma cirurgia de emergência, por falta de vagas foi colocado no corredor para aguardar-la.

Sómente hoje (20/09) por volta das 16,00 horas, apareceu a dita vaga para internação e segundo informação do médico responsável serão iniciados os exames, a cirurgia ainda sem previsão.

Paciente passou todo o final de semana no corredor sem nenhum tratamento, apenas soro, nem mesmo alimentação o hospital fornece aos pacientes que aguardam no corredor por não estarem oficialmente internados.

Vale salientar que o Conjunto Hospitalar Mandaqui é administrado pelo Governo do Estado de São Paulo, está situado na Rua Voluntários da Pátria, 4301 - Mandaqui - São Paulo - SP.

Enquanto a campanha a governador do estado de São Paulo se desenrola na base de promessas mirabulantes a população é vítima do sistema e aguenta calado, medo de represálias, prefere submeter-se aos maus-tratos. Promessas e mais promessas soltas a esmo nos horários eleitorais nos levam a acreditar que moramos em um país de primeiro mundo, porém não passamos de meros sobreviventes. Passam-se as eleições e os candidatos derrotados somem de cena e só reaparecerão daqui a 4 anos com novas promessas, enquanto o vencedor assume e é obrigado a encarar a realidade que nem sempre vem a tona.

Quando estes mesmos políticos ficam doentes recorrem a hospitais particulares e luxuosos situados em zonas nobres da cidade. Porque será que eles não utilizam o sistema público de saúde que eles tanto vangloriam em época de eleições?

Postagens populares