sábado, 18 de fevereiro de 2012

No Anhembi, Kassab é cortejado por vereadores e PMs

Prefeito não evitou falar de eleições e declarou que abandona 'o sonho da candidatura própria do PSD'
Diego Zanchetta - O Estado de S.Paulo
Cortejado por séquito de vereadores e de coroneis da reserva da PM lotados na Prefeitura, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) chegou ao sambódromo do Anhembi duas horas antes do início dos desfiles, por volta das 21h20. Kassab não evitou falar de eleições e declarou que abandona "o sonho da candidatura própria do PSD" caso o ex-governador José Serra (PSDB) decida sair candidato na disputa do pleito municipal de 1º de outubro.
Kassab chegou ao Anhembi duas horas antes do início dos desfiles - Daniel Teixeira/AE
Daniel Teixeira/AE
Kassab chegou ao Anhembi duas horas antes do início dos desfiles
O prefeito, porém, negou ter afirmado à direção do PT que Serra decidiu sair candidato. "O que eu já venho dizendo há mais de um ano é que, se o Serra for candidato, eu vou apoiar ele. O PT sabe disse já há muito tempo. Mas eu não conversei com ele sobre isso, não existe nenhuma decisão", argumentou o prefeito, que estava ao lado do presidente da Câmara, José Police Neto (PSD), e do comandante-geral da PM, coronel Álvaro Camilo.
Kassab falou do sonho em viabilizar o vice-governador Afif Domingues (PSD) como candidato, mas admitiu abrir mão de ter um cabeça-de-chapa de sua sigla se Serra manifestasse desejo em concorrer à Prefeitura. Mas ele voltou a dizer que mantém negociações abertas com o PT do pré-candidato Fernando Haddad. "Talvez o Haddad passe ainda hoje pelo camarote", afirmou o prefeito, que passa o sábado de Carnaval em Recife. "É só para brincar na folia mesmo, não vamos lá falar de política", desconversou o prefeito.
Pelo camarote da Prefeitura também já passaram os deputados federais Tiririca (PR), Arnaldo Faria de Sá (PTB), Roberto Freire (PPS) e Fábio Faria (PMN). Todos foram cumprimentar Kassab em um camarote vip montado para imprensa e convidados.
Continência. Entre os políticos chamava atenção as dezenas de policiais militares que hoje são subprefeitos ou ocupam cargos estratégicos na administração - a Prefeitura tem 81 coronéis da reserva em seus quadros, dos quais 30 são subprefeitos. "Coronel, temos mais oficiais na reserva da Prefeitura do que a própria PM", brincou Kassab com o comandante-geral da PM, que rasgou elogios para a Operação-Delegada criada por Kassab em 2009 - o bico oficial de até R$ 1.800 mensais que o governo muncipal paga para policiais nos dias de folga trabalharem no combate ao comércio informal.
Os grupos de oficiais da PM se espalhavam pelo camarote da Prefeitura, com cumprimentos de continência entre si. O comandante da PM elogiou Kassab e disse que a Opereação-Delegada, que deve ser uma das futuras bandeiras políticas do prefeito em 2014, quando deve tentar uma vaga ao governo do Estado, será estendida para outros 17 municípios paulistas. "Cidades de outros estados também estão interessadas em manter o mesmo modelo de policiamento. Com a Operação-Delegada reduzimos em 80% a morte de policiais no horário de folga, quando eles estavam fazendo bico", defendeu o coronel.

Postagens populares