quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Uma noite no velório do cemitério da Vila Nova Cachoeirinha

A perda de um ente querido sempre nos traz muita tristeza, apesar de conhecermos nosso destino quando chega a hora é difícil aceitar, é uma dor que só o tempo é capaz de curar.

Na noite de segunda-feira (12/11) passei por esta triste experiência com o falecimento de minha sogra, após uma luta de mais de dois anos pela vida foi vencida pelo destino, é com muita tristeza que relato aqui a situação vergonhosa e constrangedora que somos obrigados a nos submeter numa hora triste como esta.

Ao chegar ao velório nossa primeira abordagem é por flanelinhas que agem a vontade nas imediações, jovens sem o mínimo respeito pelos visitantes que com discussões e palavras de baixo calão entre eles tentam intimidar quem por ali  chega com a finalidade de conseguir uma "moedinha" como dizem.

Encontrei na entrada principal um grupo de cães circulando entre as pessoas, contei pelo menos uma meia duzia deles. Provavelmente abandonados por irresponsáveis e com a negligência do Centro de Controle de  Zoonoses moram por ali disputando sobras de alimentos que os mantém.

Cães dormem na entrada do velório no cemitério de Vila Nova Cachoeirinha

Continue lendo no blog Vila Nova Cachoeirinha - Urgente

Postagens populares